Conheça a nova marca de máquinas e ferramentas do Brasil!

Uncategorized

Como fazer uma casinha de boneca

Que menina nunca sonhou em ter uma linda casinha de boneca para brincar? Alguns pais colocam a mão na massa para construir a “residência oficial” das suas princesas. Se você quer começar a construção, mas não sabe por onde, veja algumas dicas!

Não é preciso muito esforço para fazer uma casa de bonecas desse tipo. Pode ser até que você faça algum tipo de trabalho com madeira. Se for o seu caso, basta fazer a medida e construir com criatividade. Aconselhamos buscar uma ajuda profissional para fazer o “esqueletinho” da casa para facilitar.

Para fazer uma bétula multiplex com 15 mm de espessura você vai precisar ir a uma marcenaria ou a uma loja de materiais de construção e pedir para que cortem as placas. Esse tipo de casa de bonecas é parafusada, só o telhado é colado. Por isso é bem desafiador fazer os cortes e as medidas corretas. Mas o resultado é sempre compensador. Basta utilizar a ferramenta correta, e fica super fácil de montar!

 O que você irá precisar:

- Ferramenta multifuncional;
- Serra circular;
- Serra vertical;
- Lixadeira;
- Parafusador;
- Broca de 50 mm;
- Folha para lixar madeira;
- Lápis, fita métrica, etc;
- Superfície de trabalho (2 barrotes, dimensões aprox. 500 x 58 x 38 mm).
- Placa multiplex bétula 15 mm;
- Parafusos para madeira;
- Tintas de dispersão.
Lembre-se de se proteger: use óculos, luvas e máscara.

 

Passo a passo

- Antes de tudo, visualize como você vai querer a casa. Quantas janelas, quantas portas, as cores, enfim, todo o projeto. Se for o caso, peça às crianças para desenharem. Isso facilitará o planejamento e a partir dele você poderá usar toda a sua criatividade.

- Se você não for a um marceneiro, utilize a ferramenta de multi funções para cortar as placas de madeira, mas antes disso desenhe com um lápis onde você colocará as portas e as janelas. Tome muito cuidado ao manusear as ferramentas, e não se esqueça de lixar após realizar esse processo.

- Após todas as placas cortadas e prontas, é hora de parafusar. Para isso, pegue a ferramenta adequada e una as laterais à placa que você utilizará como base. Você deve parafusar de acordo com a espessura da madeira escolhida – que é de 15 mm -, ou do tamanho escolhido. Se você preferir, pode marcar com um lápis o local correto antes. Isso facilita muito o trabalho.

- Utilize dois parafusos em cada lado para ficar bem firme, assim como a base inferior da casa.

- Sobre o telhado, ele pode ter a cor que você desejar.

- Pode-se utilizar qualquer tipo de tinta, mas o sistema de pulverização facilita muito todo o processo, além de ser mais prático.

- Dessa forma, dilua a quantidade de tinta no recipiente e faça os ajustes necessários para que o jato possa ser ajustado na horizontal ou na vertical para superfícies planas ou de forma cônica para arestas. Realizando esse processo, o seu trabalho ficará com um ótimo acabamento.

Imagem6


Como fazer quadros com caixas de pizza

Decorar gastando pouco é o segredo, ainda mais quando você reutiliza materiais impedindo que eles contaminem o meio ambiente. Para isso, a dica de hoje é decorar salas e quartos com caixas de pizza. Fica lindo, confira:

Materiais utilizados:

- caixa de pizza

- fita crepe

- cola bastão

- papel de presente ou colorido

Passo a passo:

Recorte o papel maior do que a caixa para dar o acabamento e separe a tampa da base da caixa de pizza (algumas já vêm separadas). Junte os cantos e cole com fita crepe. Passe cola em bastão em toda a superfície da caixa (lado de fora). Com muito cuidado e carinho vire a caixa para baixo e cole sobre o papel do lado avesso. Tire cuidadosamente as bolhas de ar com um cartão (passe do meio para os cantos). Recorte os cantos para dar o acabamento. Passe cola bastão nas sobras do papel e cole nas laterais da caixa.

Pronto, seu quadro está pronto!

Agora é criar e decorar.

Imagem9


Cooler pra churrasco

Olha que rápido e simples de fazer esse cooler de tambor plástico.

A vantagem é que é barato e totalmente a sua cara, personalizado, ninguém terá igual.

Vamos precisar de:

  • Um tambor
  • Tinta Spray
  • Um adesivo bem bacana para colar quando estiver pronto.

Passo a passo:

1- Lave e seque por dentro e por fora

Imagem1

2- Capriche no spray colorido! Deixe secar por alguns minutos. Dependendo da tinta, pode levar mais ou menos tempo. Sprays indicados para superfícies plásticas, costumam secar rápido!

imagem2

3- Cole o adesivo escolhido.

4- Agora compre sacos de gelo e bebidas para refrescar esse calor, chame os amigos para fazer uma inveja e babar no seu super cooler.

imagem3


Como fazer uma tábua de madeira para cozinha

Se você é daquelas pessoas que adora colocar a mão na massa e criar, inventar e reinventar, esse post é para você.

Pegue as suas ferramentas Einhell, siga o passo a passo e faça a sua própria tábua de carne. Confira!

Material necessário

  • Serra Tico-Tico
  • Furadeira
  • Broca 6.5 mm para madeira
  • Suporte móvel para furadeira
  • Disco de borracha
  • Disco de lixa 120
  • Sargento
  • Madeira cedrinho de 20 mm

Passo a passo

1 -Risque a peça seguindo o desenho. Faça também a marcação do furo. Prenda a madeira na bancada com o sargento.
1    2

 

2 – Com a Serra Tico-Tico, faça o recorte seguindo o traço do desenho.

3 – Com a Furadeira e a broca 6,5 mm, faça o furo no cabo.

4- Fixe a furadeira na bancada, usando o suporte móvel e coloque o disco de borracha com a lixa 120.

5 – Lixe todas as rebarbas da madeira e arredonde os cantos vivos.

E está pronta!

1


MESA DECORADA COM FITAS COLORIDAS

Imagem6

Essa dica irá trazer luz e cor ao seu ambiente, seja no escritório, no ateliê ou na sua própria casa. Acompanhe o passo a passo.

Material necessário:

  • Washi tape (fita crepe japonesa)
  • Tesoura
  • Material de limpeza

blog1) O primeiro passo para dar vida à sua criação é limpar bem o local de aplicação. Seja no trabalho ou em casa, você precisa ter certeza de que a superfície está bastante limpa antes de realizar a aplicação.

2) Aplique as Washi Tapes ao longo de toda a mesa, uma ao lado da outra.

Esse é um tipo de decoração muito simples, basta usar a criatividade e combinar bem as cores para obter um efeito fantástico. O bom é que qualquer pessoa pode fazer, reunindo poucos materiais e se divertindo bastante.

Só um detalhe sobre o Washi Tape. Se você ainda não conhece, elas são fitas com origem no Japão e que são feitas com papel de arroz. Existem várias cores e estampas para abusar da criatividade. Aqui no Brasil você encontra para comprar, pesquise no Google por ela e você vai achar.

blog2


Mude a decoração sem dor de cabeça.

Confira aqui uma forma simples, barata e rápida para mudar a decoração fazendo tijolos de EVA.

Material necessário:

    • Folhas de EVA de boa qualidade (o ideal é que o EVA já seja da cor que você quer pintar a parede)
    • Cola de contato
    • Tinta da cor que você quer a parede
    • 1 pincel para pintar
    • 1 recipiente para diluir a tinta
    • 1 cartolina
    • Régua
    • Tesoura
    • Lápis
    • Fita métrica

A primeira coisa que precisa fazer é saber a largura e altura da parede que você fará os tijolinhos, com essa informação você saberá de quanto de tinta e de folhas de EVA precisará comprar. Como os tijolinhos são 14 cm x 6 cm e a distância entre um e o outro é de 0,5 cm, então você precisa ver quantas folhas de EVA precisará.

imagem6

imagem7

O molde tem o formato dos tijolinhos inteiros e nos cantos somente a metade dele, pois na parede, é isso que dará o “tchan” na instalação, já que uma fileira é desigual com a debaixo e, quando chegar ao final da parede, nas laterais, não caberá o tijolinho inteiro, e é isso que fica legal. Depois do molde, você deve cortar os tijolinhos (14 cm x 6 cm), utilizando a régua para fazê-los retinhos. Corte primeiro os tijolinhos, para depois focar somente na colagem.

 Imagem8

Quando tiver o molde e os tijolinhos, incie a colagem (se a sua parede for áspera, é bom dar uma pequena lixada para o EVA não ficar marcado!): fixe o molde na parede (pode ser com durex mesmo), passe a cola nos tijolinhos e vá encaixando os tijolinhos nas aberturas do molde.

Imagem9

Depois que colar todos os tijolinhos será necessário pintar com a cor que você escolheu, até porque, é isso que dará o acabamento final. Preencherá os espaços vazios e ficará perfeito! Lembre-se de diluir conforme as orientações do fabricante. Reduza um pouco a proporção para que não fique tão líquido e respingue tanto.

Imagem10


Como reutilizar móveis antigos

Muitas pessoas gostam de reformar e restaurar móveis antigos, e para isso, a tinta laca é uma ótima opção. Conhecida também por automotiva ou poliuretano, pode ser aplicada nos mais variados materiais, como o ferro, madeira, vidro ou metal, ficam perfeitas quando usadas em móveis antigos restaurados, dando um toque muito moderno, principalmente se adotados nas cores azul, amarelo, vermelho ou rosa schocking. Elas também podem proporcionar um acabamento fino (nas opções: brilhante, fosco ou acetinado), maciez, perfeição e beleza do móvel.

 

Para isso, é preciso lixar muito bem para uma finalização perfeita da textura, após isso, passar a tinta laca branca (independente da cor final), depois de seca vem o retoque com massa e novamente passar ligeiramente a lixa, para finalmente receber a camada de tinta da cor escolhida com uma pistola especializada.

 

Imagem5


Transforme tábuas de skate em prateleiras

Confira aqui o que você precisa e o passo a passo:

Tábuas de skate

Fio de arame reforçado com plástico. (mínimo 2mm diâmetro)

4 parafusos de argola grandes

Alicate de arame
1. Aparafuse a primeira argola no teto um pouco afastada da parede.
Imagem6

2. Aparafuse a segunda argola a 2 polegads (50,8mm) do primeiro furo do lado de fora. Esta é a medida dos furos da tábua deixados pelos “trucks” das rodas.

Para o segundo conjunto de argolas meça 19 polegadas (482,6mm) a partir dos primeiros furos e paralelamente à parede e repita os passos anteriores.

Imagem7

3. Passe o fio de arame plastificado através das argolas1

4. Passe cada fio pelos dois buracos da tábua que lhe são correspondentes.

2

5. Tendo em conta o número de tábuas que vai utilizar, defina o comprimento do fio entre elas, ou seja, a distância vertical a que vão ficar umas das outras. Marque a distância desejada e dê um nó no fio depois de passá-lo pelo furo.

3

6. Repita o mesmo processo para todas as prateleiras.4

7. Depois de dar o nó na última prateleira, corte o fio de arame com o alicate.

56

 


10 dicas para cuidar do gramado

1. Nunca corte mais que um terço da altura da grama.

2. Alterne os padrões de corte – tente não seguir sempre o mesmo padrão e direção a cada vez que cortar a grama. Mude os locais de início e término do corte.

3. Deixe os restos no gramado – a grama triturada fornece muitos nutrientes para o gramado. Você pode fazer a mesma coisa com as folhas das árvores no outuno.

4. Controle as pragas enquanto elas estão novas – o melhor momento para acabar com ervas daninhas é no início de seu ciclo de vida. Isso significa aplicar herbicidas para pragas da grama no início da primavera e para pragas de folhas no início do outono.

5. Exija um motor de alta qualidade em seu cortador de grama – não há nada mais irritante quando você está pronto para cortar a grama, mas o motor não pega.

6. Melhore seu gramado – a grama responde melhor a um corte limpo e preciso do que a um torto e irregular, portanto mantenha as lâminas do seu cortador afiadas. Examine periodicamente as condições das lâminas e ajuste a altura de corte de acordo com a necessidade. Faça manutenção de rotina para não aumentar as emissões e garantir partida fácil.

7. Molhe o gramado pela manhã – molhar o gramado entre 4 e 9 da manhã garante que o sol não roube a água de seu gramado, além de permitir que o gramado seque durante o dia. Grama molhada a noite pode significar pestes e doenças.

8. Utilize grama de qualidade – quanto mais barata a semente, maior é a chance de haver pestes nas sementes que você colocará em seu gramado.

9. Evite superdosagem de fertilizante – mesmo os bons remédios fazem mal quando ministrados em quantidade excessiva. Utilize apenas a quantidade recomendada pelo fabricante do fertilizante.

10. Proteja o ambiente enquanto corta a grama – faça a manutenção periódica do motor de seu cortador, como troca de óleo e filtro de ar, para garantir que as emissões não aumentem.


Faça você mesmo com Einhell: Canteiro de Jardim

A primeira coisa a fazer é escolher o local. Decida em que zona do jardim quer construir o canteiro e delimite a forma que deseja que ele tenha. Para as curvas use uma mangueira.

Depois, antes de começar a jardinar, equipe-se a rigor com umas luvas e um boné.

1 – Com a ajuda de um ancinho recurvo ou de uma pá pequena, faça cortes seguidos na relva acompanhando os contornos da mangueira. De seguida, levante um pedaço de terreno com a pá. Corte o terreno em quadrados pequenos e enfie a lâmina por debaixo das raizes da relva para os retirar.

2 – Empilhe os quadrados com a relva virada para baixo. Guarde esse monte de modo a que seja reaproveitado alguns meses depois nesse mesmo canteiro que está a preparar agora. Use uma forquilha para procurar e retirar raízes, pedras e desfazer torrões de terra. Mexa no solo até ficar quebradiço.

3 – Depois, espalhe cerca de cinco centímetros de estrume ou composto de jardim sobre o canteiro. Se o terreno for pesado ou de difícil drenagem, espalhe gravilha e misture-a até cerca de 15 cm.

4 – Em seguida, livre-se dos detritos que entretanto apareceram, com o ancinho. Com o mesmo instrumento, utilizando a parte lisa, nivele o terreno. Distribua as plantas, ainda nos vasos, pelo canteiro, para ver como resulta melhor. Depois é só plantá-las e esperar que floresçam!


Ferramentas elétricas, como e quando utilizá-las?

Ferramentas elétricas, como e quando utilizá-las?

Um pequeno reparo ou conserto doméstico. As ferramentas manuais mais comuns nós sempre temos, como chaves de fenda, martelo, alicate, chave Philips entre outros. Mas já reparou que uma hora ou outra precisamos de ferramentas elétricas que muitas vezes tornam-se indispensáveis para certos consertos?   Além de serem muito práticas, poupam tempo e energia. Por isso, por via das dúvidas, é bom ter em casa porque, mesmo que não sejam ferramentas de uso frequente, são uma mão na roda nos momentos em que a gente menos espera.

Estamos falando da Furadeira, Parafusadeira e Lixadeira que são ferramentas elétricas mais comuns e mais fáceis de serem manuseadas, e, claro, sempre com muito cuidado e seguindo as orientações do fabricante.   Não tem nada mais prático que a furadeira para pendurar quadros, fixar prateleiras, cortinas e muitos outros ajustes, não é mesmo? Elas podem ser elétricas, portáteis e de impacto e perfurar metal, madeira e concreto.

Para usar a furadeira corretamente é necessário verificar a broca indicada para a superfície que será furada e, principalmente, se há tubulações hidráulicas ou instalações elétricas no caso das paredes. Você poderá encontrar mais detalhes sobre o uso da Furadeira aqui no blog. (link post tipos de furadeiras).

Parafusadeiras podem ser encontradas com duas funções: parafusar e furar. Se optar por este modelo terá um produto versátil para vários tipos de ajustes domésticos. Elas são úteis para apertar e retirar parafusos.   É uma ferramenta simples e fácil de usar, pode ser utilizada por qualquer pessoa que saiba manuseá-la adequadamente, para isso, basta seguir as orientações do fabricante.  Elas são a solução ideal para montar ou desmontar móveis, eletrodomésticos, suportes e outros objetos com facilidade e rapidez.

Já as Lixadeiras, apesar de serem usadas com menor frequência, são muito eficientes na economia de tempo e desgaste físico. Lixam com rapidez superfícies como madeira e proporcionam um acabamento uniforme e perfeito. Portáteis e simples de manusear, em casa, podem ser usadas para lixar portas e móveis de madeira, por exemplo.

Imagem12


“Faça você mesmo”: Relógio de Madeira

Sabe aquele espaço na parede de sua sala que você tenta preencher de alguma maneira, mas ainda não encontrou uma ideia? Temos uma solução para você: Relógio de madeira!

blog blog2

 

Aqui temos duas opções de como sua sala ficará. Bem legal, não é mesmo?

O primeiro passo é determinar o tamanho que você deseja e desenhar um círculo. Por exemplo, se você deseja um relógio de 3 metros de diâmetro, significa que o raio é de 1,5 m. Examine onde o centro localiza-se e perfure com um pequeno parafuso. Em seguida, amarre um pedaço de corda e, com uma fita métrica, meça o raio e amarre um pincel sobre esse fim.

A visualização do parafuso no lado esquerdo da foto fica pouco nítida, com a corda verde (que mede o raio) amarrada em torno dela.

blog3

 

O pincel foi amarrado devido à madeira escura usada. Com a tinta branca para fora, faça um círculo. Aperte a corda e continue, até concluir.

Com o quebra-cabeça, comece a cortá-lo.

blog4

 

O quebra-cabeça pode cortar as ripas muito bem, mas não as grades horizontais pregadas na parte traseira do painel. Depois de terminar o círculo, use a serra circular para fazer esses cortes.

blog5

 

blog6

 

Feito o círculo.

blog7

 

Como as grades traseiras são grossas demais e poderiam fazer o relógio ficar um tanto para fora da parede, use um martelo para remover as unhas e grades.

Para que as pranchas não atrapalhem umas as outras, procure algo para colocar entre cada placa e eliminar os espaços, como por exemplo este T-quadrado.

Se optar por danificar os trilhos traseiros, para não ter uma linha de pregos e parafusos à mostra na frente, certifique-se de escolher um comprimento de parafuso que não atravesse para o outro lado.

Após isto, lance-o de volta e pinte-o com um pouco de tinta branca antigo.

Se quiser um círculo preto, pegue um pedaço de pau e meça ½ e, em seguida, desenhe uma linha. Vá em torno de todo o círculo e coloque uma vara alinhada com a extremidade de cada pedaço de madeira e desenhe uma linha de cada lado. Verifique se você está mantendo a pintura da vara nivelada com a placa.

blog8

 

blog9

 

Volte a um pequeno pincel e tinta preta.

Depois de seco, é hora de começar a colocar os números.

blog10

 

Os números precisam ser de 30 graus entre si. Você pode examiná-los com um transferidor para ter certeza de que está certo. Basta segurar sua corda apertada e ir a 180 graus e marcar, depois 90 graus e depois 30.

blog11

 

Ao invés de fazer cada número individualmente, você pode criar o seu estêncil, que nada mais é do que uma folha fina usada para produzir letras ou desenho sobre uma superfície. Para criá-lo, você pode encontrar a imagem online e imprimi-los off. Tampe toda a imagem com fita adesiva transparente em ambos os lados e, em seguida, corte a imagem com um estilete. Não se esqueça do passo com a fita transparente, pois, caso contrário, o papel pode deformar e enrolar. Depois da primeira pintura, o estêncil irá preservar a laminação.

blog12

 

Quando tudo estiver em perfeita sincronia, volte e use os estêncis para pintar os números.

Tire o parafuso do centro e deixe-o de lado.

blog13blog14

Para não remover toda a grade, você pode usar uma serra circular portátil, usada em projetos menores.

Finalmente, está pronto para pendurar na parede!

blog15

 

 


Cuidados ao pregar

Confira dicas para fixar pregos em madeira, de maneira correta, sem provocar rachaduras:

imagem6

Há madeiras de baixa e alta densidade. Quanto mais densa forem, maior a sua proximidade entre as fibras, tornando-as mais duras e propensas a rachar. Enquanto que as madeiras menos densas são mais moles, logo, menos propensas a rachar. Isso influencia na relação com pregos.

Confira a seguir as dicas do instrutor do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Paulo Michelazzo, para melhorar a fixação com pregos, sem danificar as madeiras.

imagem7

Dica 1:

A forma correta de segurar o martelo de unha, indicado para pregos, é quase no fim do cabo. Dessa forma, você deposita energia suficiente para martelar.

Dica 2:

Sempre tenha o hábito de pregar da madeira mais fina para a mais grossa.

Dica 3 - Tamanho do prego:

imagem8

O prego ideal possui comprimento de duas vezes a espessura da primeira peça, o suficiente para atravessá-la com firmeza na fixação à base. 

imagem9

 

Dica 4:

Ao utilizar um prego maior que a espessura das duas madeiras sobrepostas, dobre a ponta que saiu, para não ficar exposta e machucar alguém. É necessário deitar o prego sempre no sentido das fibras da madeira.

Dica 5 – Pré-furos:

imagem10

 

As fibras se deslocam, ao fincar um prego na madeira, por isso, é comum trincar. Se isso ocorrer, faça um pré-furo com furadeira, correspondente à metade do diâmetro do prego. Ele pode ser feito com um prego menor, mas será preciso removê-lo para inserir o outro. Então, se for necessário que o serviço fique bonito, é melhor usar a furadeira.

Dica 6: 

imagem11

 

Dica 7:

imagem12

 

O correto é que os pregos fiquem desalinhados entre si e distantes da borda. Para evitar rachaduras em ripas e caibros, não alinhe os pregos no sentido longitudinal e nem transversal da peça de madeira. Isso diminui a resistência da fibra, podendo causar rachaduras e, até mesmo, quebras.


Faça de sua mala uma mesinha

Sabe aquela mala antiga? Ela pode virar uma mesinha.

Siga o passo a passo com suas ferramentas Einhell:

A mala possui uma estrutura rígida, mas não firme o suficiente para aguentar peso sem deformar. É preciso criar também uma base onde serão fixados os pés. Para isso, pegue um pedaço de MDF e usando a própria mala de modelo, risque o formato e corte com a Serra Tico-Tico Einhell. O modelo em MDF deve ser feito um pouco menor do que o tamanho da mala, para que o encaixe seja perfeito.

imagem

ima

 

Para um melhor acabamento, forre o MDF com um tecido. Para isso, recorte o tecido em um retângulo um pouco maior que a madeira. Dobre a sobra e prenda-a, usando um grampeador de tapeceiro.

image

Para fazer os pés da mesa, você pode utilizar pés de outra mesa que não é mais utilizada e deixar da altura que preferir. Aqui, cortamos para que os pés ficassem com uma altura legal. Cada um foi marcado e serrado com a Serra Tico-Tico Einhell. E para que ficassem alinhados, a parte de cima foi lixada até ficar uniforme.

Para prender os pés à mala, utilize parafusos bem grandes. Passe-os pela base de MDF, pela mala e parafuse nos pés. Deixe bem apertado pra garantir que a mesa não saia sambando por ai.

iamgem

Depois disso, é só escolher onde vai ficar sua mesa e decorar como quiser.

iamg

imag


Aprenda a fazer um banco de concreto

 

 

Para fazer esse banco de concreto, você vai precisar de: Concreto pronto (existem marcas no mercado que oferecem cura rápida e facilidade de manuseio), vara de madeira (a quantidade em metro irá depender da altura desejada do banco, nesse modelo, usamos uma vara com 1m20cm), um balde de 18L e água limpa.

imagem1

imagem2

 Passo 1 – com a sua Serra Einhell, corte a vara em três partes de tamanhos iguais. Use a sua lixadeira Einhell para dar acabamento.

Passo 2 - Preencha o balde, que deve estar limpo e seco, com uma camada de 7,5 cm de concreto pronto. Vá adicionando água aos poucos e comece a misturar (tenha cuidado com a quantidade de água adicionada, pois a peça pode ficar frágil e soltar pedaços depois de pronta). Use água suficiente para que cada parte da mistura fique molhada, deixando a massa mais espessa que uma massa de bolo.

imagem3Passo 3 - O concreto não deve ter bolhas de ar, para evitar buracos no seu banquinho.  Você pode retirar as bolhas, batendo no balde.

imagem4Passo 4 - Quando o concreto estiver assentado e já sem as bolhas, coloque as pernas do banquinho. As pernas devem ficar a uma distância de mais ou menos 4 cm do fundo do balde as pernas devem descansar as bordas do balde até que o concreto seque (aproximadamente 20 horas).

imagem5Passo 5 - Depois das 20h o concreto vai estar praticamente curado e estará pronto para ser removido. Dobre as bordas do balde (por isso usamos um balde, por ser flexível) em todas as direções, (parecido como quando vamos tirar um pudim da forma de alumínio) e puxe pelas pernas.

imagem6Passo 6 - Lixe as bordas com a sua Lixadeira Einhell, deixando-as abauladas para evitar acidentes. Suspenda o banco e pinte as penas ou aplique verniz.

imagem7

imagem8


Faça a sua própria mesinha

Antes de jogar fora as portas de um armário velho, pense bem! Você pode transformá-las em escrivaninhas. Seus filhos agradecem!

Imagem22

Lixe as portas para tirar tudo: restos de tinta, verniz, cola de adesivos….

Imagem11

Depois, com uma espátula (e talvez você precise da ajuda de um vizinho fortão), arranque a “almofada da madeira” da porta. Elas geralmente são coladas na estrutura principal.

Imagem12

Pinte as duas peças com um spray da sua cor preferida. Uma dica é colocá-las sobre um lençol velho ou jornais para não colorir a casa inteira.

Imagem13

Você também vai precisar de dobradiças e pezinhos de madeira. De preferência, coloque os pés que já vêm com parafusos nas extremidades.

Imagem14

Se for o caso, coloque parafusos nas extremidades de cada pé de madeira, com a ajuda de furadeira.

Imagem15

Com furadeira e broca correspondente ao tamanho do parafuso, faça um furo nos quatro nos cantos inferiores da madeira.

Imagem16

Agora, é só rosquear os quatro pés.

Imagem17

Entre a parte superior da estrutura principal e a “tampa” retirada, coloque duas dobradiças.

Imagem18

Passe cola na parte superior da “tampa”.

Imagem19

E enfeite como quiser. Uma sugestão é colocar retalhos de tecido adesivo, fotos ou figurinhas de personagens que seus filhos gostam.

Imagem20

Pronto! É assim que a peça vai ficar por fora.

Imagem21


Rack em MDF

Que tal fazer esse rack de madeira e deixar o ambiente mais bonito?

Confira o passo a passo:

Material:

- Placa de MDF 18mm crua, cortada para que o rack fique com 50cm de altura, 50cm de profundidade e no comprimento de sua preferência, massa branca, rodinhas, parafusos e ferramentas Einhel.
Imagem2

Pregue a parte superior as laterais do rack.

Imagem3

 

Marque onde ficarão as divisórias e fixe-as. Nessa etapa você pode utilizar uma lixadeira Einhell para dar acabamento.

Imagem4

Imagem5

Você pode colocar outra placa por cima caso os pregos fiquem aparecendo muito.

Imagem6

Para dar mais sustentação, use cantoneiras.

Imagem7

Fixe as rodas.

Imagem8

Aplique massa branca para dar acabamento, lixe e aplique a massa novamente.

Imagem9

Aqui o resultado.

Imagem10

 

 

 

 


Tipos de Brocas

Escolha a broca adequada para a superfície que deseja furar, pois desta forma, você não corre o risco de danificar a furadeira e a superfície que será furada.
1) broca de aço rápido: é utilizada para furar ferros e metais
2) broca especial: é “multifuncional”, utilizada em madeira, concreto ou metal
3) broca chata: é utilizada para madeiras e faz furos maiores
4) broca três pontas: especial para madeira. Possui três pontas e geralmente são feitas em aço ou cromo vanádio
5) broca de vídea/wideas: específica para concreto, alvenaria, ladrilho e mármore. Sua ponta de vídea tem um ressalto, que faz o trabalho ser mais fácil e rápido nestes materiais.
Imagem1

Gangorra para o Dia das Crianças

Confira aqui como fazer uma gangorra e divertir a criançada:

1. Crie um desenho básico para sua gangorra e imprima uma planta para seguir.

2. Corte as peças de madeira de 5 cm por 10 cm em seis pedaços iguais. Cada pedaço deve ter 50 cm de comprimento. Dois pedaços farão os postes do eixo; os outros quatro criarão a base. Marque a posição do buraco pra a haste nos dois postes do eixo. O buraco deve estar localizado no centro, 5 cm do topo do eixo. Marque o centro dos quatro pedaços restantes.

3. Fure o buraco na seção superior dos postes. Corte entalhes nas quatro peças da base. Duas delas devem ser entalhadas a 7,5 cm de cada extremidade. As outras duas, a 5 cm do centro.

4. Monte a base e o eixo. Prenda um poste do eixo perpendicularmente ao centro da peça da base, entre os dois entalhes. Repita o processo para o segundo poste. Você agora deve ter duas peças em formato de “T”. Prenda-as usando os dois pedaços restantes da base, atravessando. Os entalhes devem se encaixar para criar uma caixa que fique nivelada com o chão, com os dois postes do eixo ao centro. As peças atravessadas devem encaixar-se bem aos postes do eixo verticais e prolongar depois da base por vários centímetros. Adicione alguns parafusos pela madeira nos entalhes para assegurar a fixação.

5. Lixe as bordas expostas para arredondar os cantos, por segurança.

6. Insira o cano de metal através dos buracos nos postes do eixo e tampe as extremidades.

7. Corte as peças de madeira de 5 cm por 15 cm em uma peça de 2 m. Marque o centro com lápis. Marque as posições das alças em cada lado, 25 a 30 cm da extremidade da tábua, centralizada em relação à largura. Marque as curvas no final da tábua, se você for modelar a área do assento. Fure os buracos para as alças.

8. Corte o cano de PVC em seções de 30 cm e use as junções em “T” para criar as alças. Você pode também construir as alças de madeira ou metal. Se tiver um torno disponível para usar, alças de madeira podem deixar uma aparência melhor. Encaixe as alças nos buracos e prenda com cola.

9. Lixe quaisquer bordas ásperas da tábua. Arrendonde os cantos e modele o assento se desejar.

10. Monte a gangorra colocando a tábua através da barra nos postes do eixo, centralizando-a sobre a barra de metal. Esta deve acompanhar a largura da tábua. Se você mediu corretamente, a tábua irá se balancear sozinha na barra. Caso contrário, deslize a tábua até que encontre o ponto de equilíbrio. Então, prenda a cinta de aço no lado inferior da tábua com vários parafusos, coloque a cinta cruzando a barra abaixo da tábua e afixe a extremidade oposta da mesma maneira. Isso irá impedir que a tábua deslize da barra durante a brincadeira.

Imagem7


Lixadeira orbital, de cinta ou multiuso?

Qual lixadeira devo usar?

De cinta, orbital, multiuso… Saiba qual a indicação de cada uma delas e a forma ideal para utiliza-las:

Lixadeira de Cinta: indicada para desbastar grandes superfícies de madeira. Com a rotação variável da cinta de lixa, é possível aparar peças de mobiliário, portas, janelas, corrigir defeitos mais grosseiros, remover camadas de verniz, etc.

Lixadeira Multiuso: indicada para lixamento mais fino e acabamento em superfícies de madeira. Com formato delta, ela é versátil e tem maior rendimento, pois alcança cantos e arestas.

Lixadeira Orbital: ideal para lixamento de grandes superfícies de madeira. Pode ser utilizada com lixas de grão grosso ou fino.

Imagem2


Recuperando encanamento hidráulico furado

Veja a seguir alternativas de se reparar danos em instalações hidráulicas de forma simples e menos agressiva à alvenaria, lembrando que as tubulações podem voltar a funcionar imediatamente após os consertos:

Imagem1

- Quando o dano na tubulação é grande, recomenda-se retirar pelo menos 10 cm da parte danificada e substituí-la por outra com luvas de correr em PVC. Essas luvas garantem que todo o trecho danificado do encanamento seja retirado e substituído por um novo, fazendo a ligação entre eles.

Passo 1
Com o martelo e a talhadeira quebre a parede cuidadosamente para identificar o dano no encanamento.

imagem2

Passo 2
Com o dano identificado, continue abrindo a alvenaria, criando espaço para encaixar as mãos e as ferramentas necessárias para fazer o reparo.

imagem3

Passo 3
Com a trena, meça o comprimento do trecho de cano que será substituído. Retire no mínimo 10 cm da tubulação, para que as luvas de correr caibam no vão.

imagem4

Passo 4
Lixe as extremidades dos canos para remover as rebarbas, que podem danificar a borracha das luvas de correr e levar a novos vazamentos com o tempo.

imagem5

Passo 5
Com a trena, meça para recortar um pedaço de tubo para substituição. Ele deve ter exatamente a mesma medida do que foi retirado. Depois, recorte com a serra.

imagem6

Passo 6
Passe pasta lubrificante para tubos e conexões de PVC na borracha da luva de correr, para que ela deslize e encaixe corretamente na tubulação recortada.

imagem7

Passo 7
Passe a pasta lubrificante também nos canos. Encaixe as luvas de correr lubrificadas no segmento recortado.

imagem8

Passo 8
Antes de encaixar o novo tubo com as luvas no vão, lubrifique também as pontas dos encanamentos antigos. Em cada ponta do cano, marque também o ponto exato onde a luva deve ficar encaixada.

imagem9

Passo 9
Encaixe o cano com as luvas entre as tubulações antigas e corra as luvas até as marcações

imagem10

Passo 10
Depois basta fechar a parede que foi recortada. Para isso, faça um enxerto na parede com cacos de tijolos, massa ou com outro material adequado.

imagem11

Passo 11
Chape a argamassa e finalize com a desempenadeira. Depois, basta fazer a finalização com revestimento igual ao da alvenaria antiga.

imagem12

Fonte: Revista Equipe de Obra


Relógio feito com roda de bicicleta

E a roda da velha bicicleta se transforma em um relógio!
Confira o passo a passo!

Material

Uma roda de bicicleta
Um cassete de marchas ou engrenagens Uma máquina pra relógio
Um espaçador de vidro
Massa plástica
Dois discos de metal

2

- Dê uma lavada boa na roda e a lixe também, se necessário. Depois, com a peça menor do espaçador, tampe um dos lados do furo da roda, preencha o espaço restante com massa plástica.

3

- Na outra extremidade encha de massa plástica também. É esse lado que irá na parede e garantirá que o relógio não caia e de quebra dá um acabamento bacana. Aí coloque a parte maior do espaçador, afunde ela até ficar só a ponta pra fora.
4

- Espere secar por uns 30 minutos. Do lado que você tampou primeiro, usando alguma super cola, cole duas argolas de borracha (elas vêm no cassete de engrenagens). Elas vão servir de base para colar as primeiras engrenagens. Cole por cima a engrenagem maior e depois uma menor. Pra deixar a superfície uniforme, cole por cima da engrenagem menor um circulo de metal (pode ser fundo de latinha ou um papel mais grosso).

5

 

- Pra montar a caixa do relógio é só colocar mais duas engrenagens em cima da caixa, de forma que a haste dos ponteiros fique no meio. Faça um furo em mais um círculo de metal e coloque por cima de tudo. Pra finalizar coloque os anéis e enrosque a porca que vem no kit do relógio até ficar bem firme. Coloque os ponteiros.

6

 

- Pra prender a roda na parede, parafuse a porca que vem no espaçador. Depois é só enroscar a roda (como se fosse um volante). Quando estiver bem firme, venha com o relógio e cole bem no centro.

7

 

- Acerte as horas e tá pronto seu novo relógio de parede!

1

 

Fonte: Blog Homens da Casa


Acessórios Microrretífica BT-MG 135

A Microrretífica BT-MG 135 da Einhell é prática e versátil e vem com diversos acessórios para facilitar o trabalho.

Confira aqui a utilidade de cada acessório:

Maleta com 219 peçasImagem1

Tubos de Lixa

Os tubos de lixa podem ser utilizados em materiais como: madeiras, fibra de vidro, laminados, plásticos e couro.

Imagem2

Discos de Lixa

Para dar formas e alisar madeira e fibra de vidro; remover óxido de superfícies metálicas e dar forma a superfícies de borracha.

Imagem3

Para fazer acabamentos de superfícies após um lixamento forte.

Imagem4

Esculpir/ Gravar

Escariador com ponta diamantada.

Para trabalhos refinados de gravação, escultura, retoque e acabamento. Utilizada em materiais duros como pedras, jade, cerâmica, vidro, aço endurecido e em madeira.

Imagem5

Esculpir

Utilizado para eliminar rebarbas, remoção de óxidos e para esmerilhamento.
Imagem6

Esmerilhar/Afiar

Imagem7

Limpar/ Polir

Escovas de aço e cerdas: São usadas para limpeza, polimento de superfícies de metal, eliminação de rebarbas leves e corrosão.

Imagem8

Limpar/ Polir

Feltros: Para polir plásticos e metais; Podem ser utilizados também juntamente com a pasta para polimento.

Imagem9

Cortar

Disco de corte: Para cortar metal, madeira e plástico. Facilitam os cortes e ranhuras em parafusos, lâminas de metal, madeira e plástico fino.

Imagem10

Disco diamantado: Para serrar, talhar e cortar materiais duros como mármore, concreto, tijolo, porcelana, cerâmicas, epóxi duro e madeiras.

Imagem11

Kit de Pinças

Pinças para eixo flexível.

Imagem12

Kit de Brocas

Peças para perfuração

Imagem13

Chave para troca de brocas

Imagem14

Hastes Adaptadoras

São utilizadas para encaixar os acessórios no eixo.

Imagem15

Pasta de Polimento

É utilizada com os acessórios de feltro ou de tecido para polir metais e plásticos. A pasta elimina as películas opacas de óxido e/ou imperfeições leves da superfície (pasta sólida).

Imagem16

Pedra de afiação

É utilizada para afiar os acessórios.

Imagem17


Sofá com pallets

Que tal um sofá com pallets para mudar um pouco a decoração do ambiente?
É simples de fazer!
•Pegue alguns pallets (caixotes de madeira), 2 ou 3 são suficientes;
•O primeiro passo é lixar toda a peça para deixá-la bem lisa. Para isso, utilize a Lixadeira de Cinta RT-BS 75 da Einhell;
•Una 2 blocos de madeira para fazer os pés, fixe com pregos os bloco nos locais necessários.

O sofá está pronto! Para o toque final, utilize almofadas como assento ;)

 

Imagem4


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 29 outros seguidores